Saber usar as ferramentas digitais se tornou obrigatório

Curso da MaturiAcademy sobre ferramentas digitais vai ensinar a utilizar a internet para aumentar a produtividade do seu trabalho e negócio.

“A tecnologia significa empoderamento, mas temos que instalar, ensinar e manter. É indispensável levar serviços digitais a todos, a um preço acessível, nos certificando de que os mais velhos aprendam a lidar com o novo”. A frase é de Joseph Coughlin, fundador e diretor do AgeLab, laboratório dedicado ao envelhecimento do Massachusetts Institute of Technology (MIT), na abertura da conferência Age+Action que aconteceu, on-line, em junho.

Exatamente para atender esta demanda e, também, por perceber esta necessidade por meio de pesquisa realizada durante o mês de maio com mais de 4.200 maduros, a MaturiAcademy lançou o curso Descomplicando Ferramentas Digitais, às terças e quintas, das 19hs às 20h30. As aulas serão ao vivo pelo Zoom, ministradas por Mórris Litvak, CEO e fundador da Maturi e engenheiro de software. O número de alunos será limitado para que todos possam interagir e tirar dúvidas.

 

“A tecnofobia ainda assusta, mas neste momento de isolamento social, não restou alternativa. Todos tiveram que abraçá-la. E não foi só para manter o contato com a família. Para trabalhar e fazer negócios, a internet tornou-se essencial e saber tirar proveito dela virou uma questão de sobrevivência.”

Para se ter uma ideia, a Akamai, plataforma de armazenamento em nuvem responsável por 30% do tráfego online mundial, registrou, em abril, um aumento de 112% na utilização de rede no Brasil em relação ao mesmo período do ano passado.

Os números compravam este desempenho intenso. Um estudo da Kantar com 25 mil consumidores em 30 países apontou um crescimento de 61% nos acessos às redes sociais e 40% no WhatsApp. As plataformas de reuniões on-line, igualmente, sentiram este boom. A adesão de empesas com mais de 10 funcionários ao Zoom teve um incremento de 354% e o do Google Meet ultrapassou 60% por dia, nas últimas semanas. O emprego do Meet hoje é 25 vezes maior que em janeiro deste ano. Um reflexo claro da implementação global do home office.

Para a pesquisadora e professora do Programa de Pós-graduação em Saúde da Criança e da Mulher (PGSCM) do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), Suely Deslandes, “o acesso à internet possibilita que muitos continuem a ter aulas, a manter atividades de trabalho, a participar de atividades culturais e artísticas e acessar seus grupos de apoio. A rede de computadores tem o papel fundamental de manter uma certa rotina e parâmetros de “normalidade” nesse momento de suspensão das atividades presenciais.”

Por isso, se atualizar é uma prioridade!

 

curso descompliciando ferramentas digitais
Arte divulgação do curso “Descomplicando Ferramentas Digitais para Maduros”.

A formação da MaturiAcademy vai oferecer módulos divididos nos seguintes recursos: Whatsapp focando principalmente na modalidade Business; Reuniões Virtuais, falando até das regras de etiqueta para sua realização; Transmissões ao Vivo, com dicas para fazer lives nos mais diversos aplicativos; Suíte Google, explorando os recursos de armazenamento, compartilhamento e acompanhamento das rotinas de trabalho; Redes Sociais Básicas com noções de Marketing Digital e por fim, um módulo de Segurança de Informações para ajudar a identificar e evitar golpes e fraudes e evitar a disseminação de fake news.

“Nosso objetivo é fazer as pessoas pararem para pensar e duvidarem de tudo o que recebe”, salienta Litvak. “Vamos indicar agências de checagem de notícias e dar o passo a passo para que os maturis protejam suas senhas e mensagens.”

Uma amostra da Serasa Experian evidenciou este problema. O número de brasileiros que sofreram fraudes e problemas de exposição em relação aos seus dados aumentou de 12,7% para 17,4%, este ano. Por outro lado, o fato positivo é que apenas 0,8% das pessoas não se preocupa em adotar métodos de avaliação sobre a segurança da área on-line em que vão se cadastrar, acessar ou realizar suas compras.

Assista a live do MaturiTalks, onde Morris Litvak dá uma prévia do curso, mostrando quais são e como funcionam as principais ferramentas digitais:

Vale lembrar que o curso é indicado para aqueles que usam tecnologia e querem se aprofundar para utilizar em seu trabalho atual ou próximo aumentando a sua produtividade e rendimento. É fundamental já saber operar pelo menos o básico das ferramentas e se aprimorar para encarar esse futuro que já chegou.

“A sociabilidade digital é essencial à contemporaneidade, veio “para ficar” ainda que continue a sofrer constante mutação, de acordo com a incorporação de novas tecnologias. Quando a quarentena terminar continuará a ser essencial”, comenta Deslandes, em entrevista ao site da Fiocruz. “Talvez leve um tempo para o “desmame” gradual dos que ficaram mais aficionados, para outros que não faziam tanto uso das redes sociais provavelmente passarão a incorporar tais práticas em suas rotinas.”

Para maiores informações e inscrições sobre o curso Descomplicando Ferramentas Digitais, clique AQUI. Além do conteúdo ao vivo, o aluno vai receber material complementar de cada aula com links, vídeos e sugestões de leitura. Além disso, terá acesso as gravações do MaturiFest 2020, evento online que aconteceu em julho, com palestras sobre trabalho e empreendedorismo 50+.

Clique AQUI ou na imagem abaixo e assista uma aula grátis sobre WhatsApp para negócios, um dos temas que fazem parte do curso.

aula gratis whatsapp
Entenda como funciona o whatsapp business, versão do aplicativo de mensagens que pode ser útil para os seus negócios!

Regiane Bochichi

Profissional multidisciplinar, especialista em transmídia, com sólida experiência em ações de marketing e conteúdo jornalístico, adquirida em mais de 30 anos de atuação em empresas nacionais e multinacionais do segmento de comunicação tanto em veículos como em agências.
Regiane Bochichi

Últimos posts por Regiane Bochichi (exibir todos)