4 dicas para ter menos ansiedade com dinheiro

(Foto: Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Uma pesquisa da consultoria Accenture em 15 países revelou que o Brasil é um dos cinco países mais preocupados com a velhice. Só que apenas 6% da população têm poupança para completar a renda e enfrentar as despesas futuras.

Outro estudo, do Bank of America, demonstrou que a perspectiva de viver até os 100 anos é vista com entusiasmo pelos 1 mil entrevistados, mas também provoca ansiedade, já que os gastos com saúde deverão aumentar. Tanto que 40% cogitam trabalhar durante a aposentadoria ao menos meio período e outros cerca de 40% pretendem se aposentar por volta dos 85 anos.

Uma das minhas fontes de inspiração é a alemã Heidemarie Schwermer, uma senhora que há 20 anos trocou o hábito de acumular coisas por qualidade de vida, riqueza interior e liberdade (livingwithoutmoney.org/about-the-film/about-heidemarie).

Supereconômica, ela tem muito a nos ensinar sobre dinheiro. Heidemarie frisa que só compra o que precisa e mostra quanto é importante tirarmos o dinheiro do centro da nossa vida (ele é meio, não fim).

Leia quarto pensamentos da alemã que vale a pena incorporarmos:

1) Nossa casa é um lugar sagrado. É onde podemos usufruir de paz, nos desligar do mundo e desfrutar de total liberdade. Então, é fundamental pensar nas coisas que trazemos para ela todos os dias e considerar se acrescentam valor à nossa vida ou não.

2) Lembre-se de desligar a TV. Uma vida rica não cabe toda na telinha.

3) Consuma tempo e energia criando boas memórias com seus entes queridos. Os bons momentos nunca acabam. E quase nunca é preciso dinheiro para criar experiências memoráveis.

4) Siga os desejos do coração. Quando estamos ligados só ao dinheiro, abrimos mão de parte de nossa liberdade. Por vezes, ficamos em empregos ou casamentos que odiamos para ter grana suficiente para comprar as coisas materiais que nos farão felizes. Mas isso é um ciclo infindável que precisamos quebrar.

É o que Heidemarie faz e recomenda a todos. “Dinheiro é igual a conforto. Satisfação com a nossa vida é igual a felicidade”, finaliza Rita Gallo, do blog Dinheiro de Mulher, que foi quem me apresentou virtualmente à senhora Schwermer.

Joyce Moysés

Diretora de conteúdo em 1ª Edição Setorial
Joyce Moysés é jornalista focada em comportamento, carreira e negócios. Também escritora, ghost writer, palestrante e consultora de temas femininos. É diretora da 1ª Edição Setorial, que estuda setores e empresas e tem dois livros publicados.
E-mail: joycepalestra@gmail.com
Joyce Moysés

Últimos posts por Joyce Moysés (exibir todos)