O que os participantes esperam da Comunidade Maturi em 2021

O ser humano é gregário. Mulheres e homens gostam da companhia de outros da mesma espécie. Mas, também, em alguns momentos, se isolam.

Há uma discussão na sociologia e antropologia se os humanos são seres sociais. Alguns defendem que se fazem de sociais para superar os medos ao perceberem-se impotentes diante da natureza. Ao nos juntarmos, aproveitamos da fraqueza de nossos semelhantes e disfarçarmos da nossa. Vivemos o que a ciência chama de relações ecológicas intraespecíficas – entre seres da mesma espécie – às vezes harmônicas e, muitas das vezes, desarmônicas.

Antes do Homo Sapiens, a espécie humana dominante já formava grupos procurando proteção mútua e companhia para coleta e caça de alimentos que seriam consumidos ao redor de uma fogueira e temperados pela conversa e pelas histórias e estórias memorizadas na convivência com outros grupos.

Com a domesticação de plantas e animais e o consequente sedentarismo, grupos se transformaram em tribos e, mais tarde, em aglomerados, burgos, vilas, cidades e outras formas de comunidades.

No começo do séc. XXI, as comunidades passaram a se reunir nas redes sociais online que são fenômenos, marcadamente, da era da internet. Formadas por pessoas e organizações, conectadas via web e que podem operar em diferentes níveis, como, por exemplo, redes de relacionamentos (Facebook, Twitter, Instagram, Google+, YouTube, MySpace, Badoo), redes profissionais (LinkedIn), redes comunitárias, redes políticas, redes militares, dentre outras, segundo a Wikipedia.

Mesmo em ambientes de alta tecnologia, as comunidades se mantêm com as particularidades dos primeiros grupos humanos e, ainda hoje, se caracterizam por compartilharem interesses, objetivos e valores comuns.

A Comunidade Maturi não foge à regra. Criada em junho de 2016, hoje com mais de 25 mil membros, distingue-se por contribuir para a construção de uma sociedade onde a idade não seja vista como um rótulo de validade e sim como um índice de experiência de vida! Transformando o mercado de trabalho para pessoas 50+ no Brasil e no mundo, promovendo a diversidade etária e integração entre as diferentes gerações!

comunidade maturi
Embaixadores da Comunidade no Facebook: membros que ajudam voluntariamente nas ações de engajamento.

Com o intuito de atender um dos princípios da Comunidade: a Criação de um ambiente gostoso de viver conceituado como o espaço para perguntar o que o participante gostaria de ouvir, escrever o post que gostaria de ler e compartilhar conteúdos que gostaria de receber; a Maturi perguntou O que você espera da nossa Comunidade em 2021?

Como a questão foi propositadamente aberta, cada um respondeu o que quis, como quis e o quanto quis. Como consequência, houve um grande número de interações que, para serem analisadas neste artigo, foram compiladas segundo critérios elaborados exclusivamente por mim. É certo que outra pessoa teria critérios diferentes dos meus com outras conclusões.

Do total das interações, 47% responderam à pergunta: O que você espera da nossa Comunidade em 2021. Em outras palavras, a maioria dos respondentes – os demais 53% – não se ateve à pergunta preferindo falar de outro assunto (12%), declarar-se crédulo num mundo melhor (35%) e afirmar o desejo de estar vivo no final de 2021 (6%).

Dos 47% que, de fato, responderam à pergunta original:

23% querem eventos – presenciais ou virtuais – e o desenvolvimento de novos negócios pela Maturi, vejam algumas manifestações:

  • Que tenhamos mais ações juntos e todos com saúde, fora da pandemia.
  • Maturi Labs (Startups & Inovação), Maturi Partners (Novos Negócios & Networking) e Maturi University (Lifelong Learning)… 😉
  • Bora incluir o Maturi Travel & Experiences para a lista ficar completa. 😃😃
  • MaturiLovers!

4% querem ações voltadas para o empreendedorismo:

  • Informação sobre as vantagens e desvantagens quando montar um negócio. Como se resguardar sobre contribuição tributária sendo MEI. Possibilidade de criar uma organização para venda de serviços com diversos associados.
  • Fomentar as relações entre os membros para a geração de oportunidades em todas as áreas.
  • Estímulo a criação de parcerias e negócio que gerem receita para os Maturis.
  • Negócios e resultados.

20% querem emprego ou trabalho:

  • O óbvio, recolocação no Mercado.
  • Emprego para quem passou dos 50+.

O desejo da Maturi é que grande parte dos 50+ estivesse com trabalho ou empregada. Para tanto, se esforça levando às organizações a importância da diversidade etária e os ganhos de ter maturis nas equipes. Mesmo que compreendamos o desejo e a necessidade das pessoas de emprego e trabalho, é preciso ressaltar que a Maturi divulga vagas que as empresas abrem. Portanto, não depende dela a existência das oportunidades.

A categoria que mais obteve respostas, 35% do total, não quis se ater à pergunta original ou preferiu responder O que você espera de 2021 e não o que espera da Comunidade Maturi em 2021.

De todo modo, é muito bom ver que nesta Comunidade há membros que esbanjam esperança, afeto, consciência social e o real desejo de um mundo melhor.

  • Saúde, vacina. Definir minha reinvenção pessoal e profissional.
  • Que todos fiquem bem física e psicologicamente! 🤗😍😘
  • Que sigamos nos ajudando, nos dando força e bom ânimo. 😉
  • Que esta comunidade possa mostrar mais pessoas Maturis inspiradoras!
  • Que venha 2021 com muita saúde, prosperidade em todas as áreas de nossas vidas.
  • Que todos estejam bem de saúde e possam desfrutar de um 2021 melhor para todos! 🙏💙❤
  • Que nossa rede se fortaleça. E muita vacina pra todo mundo. 🙌🏻😅❤️
  • Vida longa e próspera aos maturis!

Não podemos saber como o ano novo será. Por princípio, do futuro não temos conhecimento, mas o controlamos. O futuro depende de nossas ações. Muito do que acontecerá dependerá de nosso protagonismo e de nossas escolhas. E respostas positivas e esperançosas como as acima, não faltarão pessoas com energia, consciência e em papéis de destaque para trilharmos o melhor caminho e aquele que escolhermos.

Um 2021 de paz, saúde e trabalho para todos nós!

Você também poderá gostar de ler aqui no Blog: Comunidade Maturi – um espaço aberto para troca de informações e networking 50+

Walter Alves

Consultor social sobre diversidade e inclusão de pessoas 50+ no trabalho. Educador, facilitador em workshops e consultor em programas de diversidade e inclusão. Dedica-se, desde 2012, ao tema longevidade e preconceito etário. Parceiro da Maturi, onde escreve semanalmente para o blog. Produziu e apresentou o programa de entrevistas Trabalho no Futuro.
Walter Alves