Kimberly-Clark quer mais representatividade com os 50+

Empresa de cuidados pessoais, Kimberly-Clark fez parceria com a Maturi para conhecer mais sobre seus colaboradores e adotar ações voltadas aos profissionais 50+

Atualmente, cerca de 6,4% dos 260 profissionais 50+ que atuam na Kimberly-Clark ocupam posições de liderança. Além disso, a multinacional americana de cuidados pessoais tem uma linha de produtos, Plenitud, dedicada aos maturis, já economia prateada vem ganhando bastante importância nos últimos anos e correspondendo a 20% do consumo nacional. Por isso, conhecer os seus colaboradores e seu consumidor, é vital para a companhia.

Em parceria com a Maturi, foi realizado um diagnóstico para mapear e compreender o momento e a percepção dos funcionários 50 + da K-C, quanto ao seu trabalho, experiência e seus objetivos para o futuro. Um dos destaques do resultado é que 69,99% dos entrevistados pensam em se aposentar na empresa. As pesquisas foram importantes para mapear as oportunidades, pois uma das meta da companhia é intensificar cada vez mais as ações de inclusão voltadas para os colaboradores 50+.

“A Maturi é reconhecida e já tem um histórico no mercado com ações direcionadas ao público maduro. Por isso, identificamos a oportunidade de adotá-los como parceiros nesta jornada de aprendizado e nos apoiando em processos futuros de contratação ou mapeamento destes profissionais”, comenta Natalia Taglieri, gerente de Talent Management.

A decisão pela parceria com a Maturi está alinhada à estratégia da Kimberly-Clark de ampliar seus esforços na pauta de diversidade e dar continuidade a uma jornada que já começou há alguns anos. A companhia fomenta comitês focados em cinco pilares de diversidade – gênero, raça, PCD, gerações e LBTQI+. São grupos multifuncionais formados voluntariamente por colaboradores de todos os cargos e localidades da empresa e que se dedicam a desenvolver e implementar ações dedicadas ao tema. Cada comitê é liderado por um gerente e tem um diretor como embaixador.

“Queremos ter mais representatividade em nossos cinco Pilares: Gênero, Gerações, LGBTQIA+, Raça e PCDs”, explica Natalia. “Por isso, na busca por candidatos para as nossas vagas abertas temos o olhar da interseccionalidade geracional. Estamos trabalhando para quebrar essas barreiras que algum dia nasceram no mercado, como a que existe idade ideal para ser estagiário ou gerente.”

Para falar da questão geracional, especificamente, foram realizadas palestras de sensibilização sobre o tema e workshops com as lideranças da companhia e embaixadores do pilar para aprofundar ainda mais o debate e reflexões sobre o tema e próximos passos.

Mórris Litvak, CEO e fundador da Maturi acredita que a K-C pode vir a ser uma referência em diversidade etária.

“Estamos muito animados com essa parceria por vermos o grande engajamento da liderança neste pilar e a forma como o processo está sendo conduzido, com cada etapa sendo realizada com calma e profundidade, envolvendo também o RH.”

 

kimberly-clark

 

Ações para os maturis

A Kimberly-Clark possui algumas iniciativas voltadas para o público interno mais maduro, como o Programa de Mentoria Reversa, que conecta colaboradores que estão em diferentes momentos de suas carreiras para trocar conhecimentos sobre ferramentas de trabalho, técnicas e dicas de gestão. Possuem ainda grupos multifuncionais com colaboradores de diversas gerações, como o grupo que lidera a mudança cultural “Aprendizado pelo Erro”, composto por 53 participantes, no qual 25% são maduros, esse número representa 33% nos grupos de trabalho de Inclusão e Diversidade, em um total de 82 participantes.

“Nós fomentamos um ambiente de trocas e aprendizados entre diferentes áreas, senioridade profissional e gerações. É a partir dessa diversidade de ideias, opiniões, conhecimentos e experiencias de vida que continuaremos crescendo enquanto profissionais e companhia”, completa a gerente.

Ainda no forno, estão desenhando um programa para contratar profissionais maduros conectados a novas formas de trabalho, proporcionando mais flexibilidade de horário.

Aliás, o sistema de home office já era adotado em duas vezes por semana mesmo antes da pandemia. Com crise sanitária, houve uma fase de adaptação, que inclui além do trabalho remoto, uma nova dinâmica familiar. Por isso, desde março de 2020, a empresa tem realizado conversas com os colaboradores para apoiar nesta transição e adotando medidas pontuais como as nominadas “Regras de Ouro”: flexibilidade de horário, períodos livres de reuniões para dar foco no trabalho ou na família, pausa para almoço das 12h às 14h e o Focus Day, uma sexta-feira por mês sem reuniões.

No âmbito dos clientes, lançaram o projeto Infinitum Plenitud, por meio do qual buscam conhecer o público maduro, para entender seus hábitos e sua rotina e oferecer uma gama de produtos que estejam mais alinhados às suas necessidades, e assim, apoiar essas pessoas a quebrarem tabus e conhecerem um pouco mais sobre seu corpo e sua etapa de vida, apoiando-as a terem uma vida melhor e mais inclusiva.

Maturi Fest 2021

A Kimberly-Clark vai participar também  da 4ª edição do MaturiFest, maior festival de trabalho e empreendedorismo 50+ do País, que acontecerá de forma 100% online de 26 a 29 de julho, das 14h às 20h30.

Assim como nos anos anteriores, o festival traz para debate o futuro do trabalho e empreendedorismo 50+ no Brasil.  Serão mais de 25 horas de conteúdos, oficinas práticas que visam estimular o empreendedorismo, apresentação de cases de grandes empresas e  30 salas de networking e passarão por lá cerca de 60 palestrantes renomados.

A agenda será voltada tanto para empresas quanto ao público 50+ e composta por temas como o trabalho do futuro, reinvenção profissional, transformação de carreira e vida, jornada do empreendedorismo maduro, trabalho autônomo, tecnologia, marketing e presença digital.  Além de conteúdos inspiradores, seja com pessoas conhecidas como cases de pessoas 50+ que se reinventaram

O festival é gratuito para o público, mas há a opção do ingresso solidário com valores revertidos como doação para organizações que apoiam idosos e crianças em vulnerabilidade social. As inscrições continuam abertas e podem ser feitas pelo endereço maturifest.com

Você também poderá gostar de ler esse artigo: As organizações multigeracionais e o desafio da produtividade

Regiane Bochichi

Profissional multidisciplinar, especialista em transmídia, com sólida experiência em ações de marketing e conteúdo jornalístico, adquirida em mais de 30 anos de atuação em empresas nacionais e multinacionais do segmento de comunicação tanto em veículos como em agências.
Regiane Bochichi